PORTAL EVANGELIZANDO

Igrejas evangélicas do Rio Grande do Sul terão que cancelar os cultos e atividades em regiões de bandeira vermelha.



Igrejas evangélicas do Rio Grande do Sul terão que cancelar os cultos e atividades em regiões de bandeira vermelha. A medida anunciada anunciada neste sábado, 13, pelo Governador Eduardo Leite, colocou quatro regiões do Estado em bandeira vermelha, classificação que traz repercussões como fechamento de parte do comércio, setor de serviços e as Igrejas. Nas regiões de Caxias do Sul, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana estará a partir desta segunda, 15, proibido a realização de atividades religiosas.

Provavelmente as Igrejas evangélicas cumprirão as determinações do estado e vão abrir as portas de forma simbólica, mas sem realização de cultos e demais pregações que possam formar aglomerações. Os fiéis devem seguir as orientações das autoridades públicas, manter distância e evitar aglomerações na igreja. “Isso é uma atitude de amor para com o outro”.

As diretrizes estaduais para as regiões de Bandeira vermelha determinam que templos religiosos, de qualquer crença, poderão manter suas portas abertas aos fiéis. Mas missas, cultos e rituais com a presença de público nestes locais estão proibidos.

Nenhum comentário